Educamoc - O Portal da Secretaria Municipal de Educação de Montes Claros
Publicado Quin, 29 de Agosto de 2019 às 12:41. Visualizações: 9.991. Imprimir
Trilha da Leitura inicia os trabalhos do semestre

Farley Henrique (Educamoc)

Com as apresentações realizadas nos dias 22, no Cemei José Brás Silva, de Nova Esperança; e 23 de agosto na E. M. Barão do Gorutuba, de Barreiras, a equipe do Projeto Montes Claros na Trilha da Leitura deu início as apresentações do seu novo espetáculo teatral “Minha Cidade, Meu Tesouro”, peça que aborda a nova temática da Educação Infantil Municipal. Neste semestre, as apresentações começam pelas escolas do campo e continuam nas urbanas a partir de 02 de setembro, no auditório da Escola Técnica.

“No primeiro semestre, a maioria das escolas rurais não puderam ser contempladas com o teatro “Cadê o cerrado que tava aqui?”, devido a alguns problemas com transporte. Neste semestre, daremos prioridade a elas, para que iniciem o trabalho a partir do teatro.”, explica a coordenadora do Trilha da Leitura, Éllen Santa Rosa.

O Teatro
A trama aborda a busca de Lalinha pelo significado da palavra tesouro, uma vez que a sua escola está trabalhando sobre o tema e, ao plantarem uma árvore na praça em frente à unidade, ela encontra uma garrafa com um mapa do tesouro e, a partir deste momento, tenta encontrá-lo. Com um livro que ganhou da avó, ela embarca em uma aventura com Peter Pan e sua turma à procura do tesouro escondido. Ao final, descobre que os verdadeiros tesouros estão bem visíveis no mundo real, na sua cidade; e podem ser encontrados nas belas construções históricas, nos prédios públicos, nas tradições de sua gente, na geografia da cidade, com seus parques e montes e em outros espaços. Durante a história, eles conversam sobre a necessidade de preservação da cidade, lembrando que ela é um tesouro precioso e precisa ser guardado com muito cuidado.

“A literatura nos permite viajar por todos os temas de forma leve e criativa. Explorar o clássico Peter Pan, de James Matthew Barrie, escritor escocês, e sair em busca de um tesouro escondido nos faz refletir sobre os tesouros que temos bem perto de nós, e bem visíveis, como por exemplo, o lugar onde vivemos, a nossa cidade!“, destaca a coordenadora.

Ainda
Ao final do trabalho, os alunos serão convidados a desenhar um lugar especial da cidade, como se encontra hoje e como eles gostariam que estivesse daqui a alguns anos, colocar este desenho em uma garrafinha e enterrar em um local seguro e demarcado, para que outras crianças também descubram como se modificaram os espaços preciosos da cidade daqui a algum tempo.

Nos links, a história e o poema escritos por Éllen Santa Rosa e disponibilizados às escolas para o trabalho.

Fotos: Trilha da Leitura

Leia também:
Exposição folclórica no Cemei Dr. Mário Ribeiro
Professores de Educação Física participam do II Workshop de Badminton
Festa da Família na Escola Laudelina Fonseca
Festival Folclórico na Escola Francisco Athayde