Educamoc - O Portal da Secretaria Municipal de Educação de Montes Claros
Publicado Sex, 15 de Maio de 2015 às 15:25. Visualizações: 2.110. Imprimir
13 de maio com conscientização, cidadania e respeito na escola Maria De Lurdes Pinheiro

Douglas Neves

Foi ao som de atabaques, agogôs, forró e Hip Hop que os alunos do Projeto Educação Integral da Escola Maria De Lurdes Pinheiro do núcleo SEST/SENAT comemoraram o dia 13 de maio, data que rememora a Abolição da Escravatura no Brasil.

A igualdade racial e a valorização das tradições afrodescendentes foram abordadas com os alunos em meio às atividades de dança e percussão. “Os alunos tem um envolvimento intenso e isso é muito importante na formação deles” declara a coordenadora do programa Mais Educação Ronilda Azevedo.

“O grafite, o hip hop, a dança afrobrasileira, o frevo, o maracatu e afoxé dentro da sala de aula é muito rico para a formação da identidade nacional” relata o professor da oficina de dança e percussão Luciano de Jesus.

O aluno Pedro Vinicius do 7º ano mostrou maestria na apresentação do maculêlê e declara “Gosto muito da aula e acho fundamental esse trabalho”. Desenvolta no forró, Eugenia Sampaio do 9° ano afirma que seu rendimento escolar melhorou muito e que tem pretensões artísticas futuras “Quero fazer faculdade de artes cênicas” e relata satisfeita ás atividades que participa “Forró, salsa, tango e a minha favorita: a dança do ventre”.

O professor Eurico Nobre salienta o poder transformador da arte e cultura e os benefícios do Hip Hop para os alunos “Através da dança trabalhamos a cidadania, a disciplina e o respeito.

Em 13 de maio de 1888 foi assinada pela princesa Izabel a Lei Áurea que abolia a escravidão no Brasil. A data passou a ser símbolo da afirmação da cidadania dos povos afrobrasileiros.

Fotos: Douglas Neves e Arlene (E. M.Prof. Maria de Lourdes Pinheiro)

Leia também:

Festa em homenagem as mães no Jason Caetano I

Treinamento de Judô

Dia das mães no CEMEI Aninha Corrêa Ribeiro

Caixa Mágica no CEMEI Raimundo Neto